Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / 13 Projetos de Leis analisados e dois pedidos de vistas aprovados

13 Projetos de Leis analisados e dois pedidos de vistas aprovados

por irt — publicado 20/04/2016 10h59, última modificação 05/10/2018 15h46
13 Projetos de Leis analisados e dois pedidos de vistas aprovados

Na palavra-livre, vereadores discorreram sobre diversos temas

      Na Sessão Ordinária do dia 18 de abril, 13 Projetos de Leis do Executivo e Legislativo foram apreciados e votados. Na palavra-livre, os vereadores comentaram a histórica votação do impeachment na Câmara Federal no domingo (17), entre outros assuntos referentes às áreas de saúde, esporte e educação.

ORDEM DO DIA

2ª VOTAÇÃO

      Na Ordem do Dia, em segunda votação foram aprovados por unanimidade de votos os Projetos de Leis nº 040/2016, que cria o Conselho Municipal de Políticas para Mulheres, a Conferência Municipal de Políticas para Mulheres e o Fundo Municipal de Política para Mulheres; nº 044/2016, autoriza o Executivo a abrir um Crédito Adicional Especial na importância de até R$ 160.000,00 e o nº 046/2016, autoriza o Executivo a abrir um Crédito Adicional Especial na importância de até R$ 65.000,00. Do Legislativo foi aprovado o PL nº 006/2016, que denomina a Rua “06”, do Loteamento Pinheiros, no bairro Jardim Virgínia, de Rua Estanislau Bronilavski; e o Projeto de Resolução nº 001/2016, que concede reposição salarial aos servidores da Câmara Municipal.

1ª VOTAÇÃO

       Foram aprovados os PLs nº 045/2016, que autoriza o Executivo a abrir um Crédito Adicional Especial na importância de até R$ 115.000,00; nº 048/2016, que autoriza o Executivo a abrir Crédito Adicional Especial na importância de até R$ 102.150,00; nº 051/2016, autoriza o Executivo a receber, em reversão, imóvel que especifica; nº 052/2016, autoriza Executivo a contratar concessão de direito real de uso de bem municipal com empresa que especifica; e o nº 053/2016, autoriza o Executivo a contratar concessão de direito real de uso de bem municipal com empresa que especifica.

      O nº 049/2016, que autoriza o Executivo a abrir Crédito Adicional Especial na importância de até R$ 54.500,00 teve pedido de vistas solicitado pelo vereador Rafael Lucas aprovado. Lucas justificou o pedido afirmando que a rubrica do projeto é da Secretaria de Serviços Urbanos, mas na justifica trata de devolução de recuso para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O nº 054/2016, que autoriza o Executivo a abrir Crédito Adicional Suplementar na importância de até R$ 14.637,500.00 também teve pedido de vistas solicitado pelo vereador Emiliano Gomes aprovado por unanimidade.

      O Projeto de Lei nº 050/2016, que autoriza o Executivo a aumentar a subvenção social e abrir crédito adicional suplementar à Guarda Mirim de Irati, no valor de até 13.000,00 foi aprovado em votação única com a dispensa do interstício legal de votação.

PALAVRA-LIVRE

       O Vereador Antonio Celso de Souza parabenizou os deputados federais do Paraná que votaram a favor do povo brasileiro, “quem votou a favor do impeachment votou a favor do povo, é a esperança que se renova”. Emiliano Gomes afirmou: “Neste domingo histórico, demos um grande passo, mas, passar o Brasil a limpo, vai muito além do impeachment, a mudança tem que partir de cada um para todos, pois só assim alcançaremos o Brasil que almejamos”. Rafael Felipe Lucas destacou: “É muito obvio que este governo cometeu irregularidades, constatadas e comprovadas, não há mais espaço para discussão”, apontou Lucas dizendo: “Um governo que obteve 54 bilhões de votos e não conseguiu obter 150 deputados entre 513 para defendê-los, demonstra a falta de apoio e boa relação com o Legislativo”.

     Hélio de Mello lamentou a falta de postura dos representantes na Câmara Federal. “A pressão psicológica tava pior do que nas ruas, não houve respeito à democracia. Foi pior que a saída de uma partida de futebol, ações praticadas por pessoas que se dizem diplomadas”. O Presidente Vilson Menon também lamentou a falta de ética dos parlamentares na Câmara Federal. “A que ponto chegamos, não há mais respeito, um cuspindo no outro, tentando se agredir. Trata-se de uma Casa de Leis, o respeito deve existir, caso queiram o respeito do povo. Está na hora de rever conceitos em relação a postura das pessoas que nos representam no país”.

Acompanhe a Sessão Ordinária completa, com as discussões dos parlamentares na íntegra no site www.irati.pr.leg.br através do ícone “Sessões Gravadas”.

 

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI