Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Legislativo empossa membros da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar

Legislativo empossa membros da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar

por rafamaier — publicado 14/03/2017 15h04, última modificação 05/10/2018 15h48
Legislativo empossa membros da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar

Membros da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar são eleitos e empossados

    Com expediente enxuto, na Sessão Ordinária do dia 13 de março foram analisados e aprovados na Ordem do Dia, 14 projetos de lei do Executivo e Legislativo. Na Tribuna Popular, o Secretário Municipal de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar, Raimundo Gnatkoski explanou sobre as ações e projetos da pasta.

     Os vereadores apresentaram nove indicações e um requerimento ao executivo. As indicações foram para melhorias nas estradas de várias comunidades do interior; estudos para instalação de uma clínica veterinária pública no município; disponibilização de dois agentes da Guarda Municipal para acompanhar e resguardar todas as sessões da Câmara; inclusão no Orçamento Municipal de uma verba a título de subvenção para a Clínica Renal de Iraty, ANAPCI e Comunidade Bethânia e melhorias de sinalização horizontal e vertical, nas travessias elevadas da cidade. Já o requerimento buscou saber o motivo do não funcionamento do trenzinho do Parque Aquático, considerando que o mesmo recebeu serviços de revitalização no passado.

     Antes de passar a Ordem do Dia, o Presidente Helio de Mello considerando a instituição do Código de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara realizou a eleição e empossou os membros da Comissão que segue até o dia 31 de dezembro de 2018. De acordo com decisão os vereadores para a formação da chapa na composição, respeitada a proporcionalidade partidária, a Comissão de Ética e Decoro Parlamentar ficou composta assim: Presidente – Rogério Luís Kuhn; Secretário – Marcelo Rodrigues – Membro: Roni Surek.

ORDEM DO DIA

      Em segunda votação foram analisados e aprovados os Projetos de Lei nº 018/2017, que altera o art. 1º da Lei nº 4125 de 27 de abril de 2016 para inclusão de um barracão com área de 506,00 m², que se encontra assentado no imóvel; nº 019/2017, que autoriza o Executivo a receber em reversão imóvel pertencente a empresa RCD Engenharia Ltda; nº 020/2017, autoriza o Executivo a contratar concessão de direito real de uso de bem municipal com a Construtora Cathio Ltda; nº 021/2017, autoriza o Executivo a contratar concessão de direito real de uso de bem municipal com a empresa Andgelo Girardi Anciutti – ME; nº 022/2017, autoriza o Executivo a contratar concessão de direito real de uso de bem municipal com a empresa R. A. Execuções Ltda – ME; nº 023/2017, autoriza o Executivo a contratar concessão de direito real de uso de bem municipal com a empresa Danilo Augusto Zarpellon – ME; nº 024/2017, autoriza o Executivo a contratar concessão de direito real de uso de bem municipal com a empresa Jorge Conrado Hilgemberg Filho – ME e o nº 025/2017, autoriza o Executivo a receber em doação área de terreno correspondente a 2.512,80 m², pertencente ao senhor Ademar Rebesco, para abertura de rua.

      Do Legislativo também foi aprovado em primeira votação com Emenda Modificativa, o PL nº 001/2017 de autoria do vereador Rogério Luís Kuhn, o qual cria a ferramenta de transparência das despesas do município denominada “Veja Irati”.

     Já em primeira votação foram aprovados os Substitutivos dos PLs nº 004 e 005/2017 que autoriza o Executivo a contratar Concessão de Direito Real de Uso de Bem Municipal com empresa que especifica. Do Legislativo foram aprovados os projetos nº 002/2017, do vereador José Bodnar, que dispõe sobre a obrigatoriedade dos estabelecimentos de saúde pública e privada instalados no município de Irati, a afixação em lugar visível da lista com nome dos médicos plantonistas, e também o nome dos responsáveis pelo plantão; nº 003/2017 do vereador Valdenei Cabral da Silva, o qual cria o “Cartão Prioridade”, que assegura o direito à preferência de atendimento em Hospitais e Unidades de Saúde sediados no município de Irati, às pessoas portadoras de deficiência física, sensorial e /ou mental e o nº 004/2017, do Presidente Helio de Mello, que Denomina a Rua “02”, do Loteamento Residencial “Cartom”, na Vila São João, de Rua Antônio Cordeiro da Silva.

PALAVRA-LIVRE

     O vereador Rogério Luís Kuhn usou a palavra para discorrer sobre um projeto de lei de sua autoria, que altera a Lei Orgânica do Município e o Regimento Interno da Câmara, visando eliminar o recesso parlamentar de julho, citado por ele como férias. Conforme Kuhn, a justificativa é que não existe motivo para esta parada. “Para fazer essa alteração na Lei e no Regimento, preciso de quatro assinaturas e até agora consegui apenas a do vereador José Bodnar”, destacou Rogério dizendo que seguindo uma orientação do Presidente da Casa, a proposta será discutida em abril deste ano, quando provavelmente teremos um amplo debate sobre a reformulação da Lei Orgânica do Município. “Espero que até lá essa proposição ganhe volume e seja levada a sério, com o corte deste recesso, que não é necessário e não combina com o momento político que estamos vivendo e não condiz com os princípios que regem esta casa e o mandato de vereador”, justificou.

     Em aparte, o 1º Secretario Marcelo Rodrigues cumprimentou o vereador pela propositura e sugeriu que neste período de recesso parlamentar em julho, sejam realizadas sessões itinerantes no interior do município e nos bairros. “Esta seria uma forma de aproximar a população do Legislativo, tendo em vista que a maioria das pessoas acredita que o trabalho dos vereadores se limita apenas as segundas-feiras. E nós estamos diariamente correndo, fazendo visitas e atendendo a população. Nós precisamos mostrar trabalho, desde que haja um consenso na Casa e que possamos voltar com as sessões itinerantes que são de suma importância”, frisou. O vereador Nivaldo Bartoski reforçou o amplo trabalho dos vereadores fora da Câmara e as cobranças diárias. “Não estamos aqui apenas para esquentar poltrona”.

     O vereador Edson Luís Elias prestou contas sobre a viagem feita a Cohapar no último dia 8, junto do prefeito Jorge Derbli, do Marcelo Richa e do Secretário de Comunicação Social, João Almeida Júnior. “Apresentamos ao Presidente Abelardo Lupion todas as necessidades do município no setor. Dentre as reivindicações estavam casas rurais e urbanas, além de projetos de regularização fundiária. O mesmo orientou em relação aos passos que a Prefeitura precisar dar para que os projetos saiam do papel, enfatizando também a importância da comprovação de renda, para que os mutuários possam ter acesso a moradia. O prefeito saiu da reunião com a missão de organizar o setor para então receber os investimentos na área”, afirmou.

     O Presidente da Casa, Helio de Mello parabenizou o vereador Elias por ter feito parte desta importante comitiva na área habitacional. Sobre o mencionado pelo vereador Rogério, Mello disse que férias tem os funcionários da Casa. “Vereador não tem férias, e o recesso é apenas um período em que não há votação, por exemplo, no mês de janeiro estive na Câmara todos os dias. A Casa funciona normalmente. E tanto no mês de janeiro como em julho, sempre que convocados, os vereadores vêm e votam projetos. Portanto, não existe férias, vereador nunca teve férias. Estamos sempre junto da comunidade a disposição 24 horas da população”, destacou.

TRIBUNA POPULAR

    Na Tribuna, o Secretário Municipal de Agropecuária, Abastecimento e Segurança Alimentar, Raimundo Gnatkowski fez uma prestação de contas da pasta, explanando sobre os projetos e ações futuras, respondendo questionamentos dos vereadores.

Acompanhe a Sessão Ordinária completa, com os discursos dos parlamentares na íntegra, no site www.irati.pr.leg.br através do ícone “Sessões Gravadas”.

 

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI