Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Legislativo empossa membros das Comissões Permanentes para o ano de 2018

Legislativo empossa membros das Comissões Permanentes para o ano de 2018

por rafamaier — publicado 08/02/2018 09h57, última modificação 05/10/2018 15h52
Legislativo empossa membros das Comissões Permanentes para o ano de 2018

Vereadores durante eleição das Comissões Permanentes para o ano de 2018

        Nesta terça-feira (6), a Câmara Municipal retomou as atividades parlamentares elegendo e empossando as Comissões Permanentes da Casa para o ano de 2018. O Presidente, Helio de Mello, registou a sua satisfação de recomeçar os trabalhos, dando boas-vindas aos colegas de casa e aos munícipes.

            Antes da leitura do Expediente, o Suplente da Coligação PSDB/ PSC/ PSB/ PR, José Renato Kffuri prestou seu compromisso e tomou posse do cargo, em razão da vaga deixada pelo Vereador Edson Luís Elias, licenciado para tratamento de saúde.

            Durante o Expediente, quatro novos projetos de lei do Executivo foram lidos, os quais deverão entrar para primeira votação na próxima Sessão Ordinária a ser realizada no dia 20 de fevereiro, devido ao feriado de carnaval no dia 13. Também conforme o artigo 42 da Lei Orgânica Municipal, realizou-se a eleição das Comissões Permanentes, sendo que apenas uma chapa foi apresentada para composição, respeitando a proporcionalidade partidária.

       As comissões  ficaram compostas da seguinte maneira: Comissão de Justiça e Redação – Presidente: Marcelo Rodrigues; Secretário: José Bodnar; Membro: Valdenei Cabral da Silva; Comissão de Finanças e Orçamento – Presidente: Valdenei Cabral da Silva; Secretário: Rogério Luís Kuhn; Membro: Alberto Schereda; Comissão de Saúde, Educação e Assistência Social – Presidente: Roni Surek; Secretário: Alberto Schereda; Membro: José Bodnar; Comissão de Obras, Agricultura e Serviços Públicos – Presidente: Nivaldo Bartoski; Secretário: Wilson Karas e Membro: Rogério Luís Kuhn.

       

 

 

 

 

          Sem mais assuntos em pauta, na palavra-livre, o vereador Valdenei Cabral da Silva desejou a todos sucesso, colocando-se à disposição para que junto com os colegas de casa possam fazer o trabalho que a população espera com seriedade e muita transparência. Marcelo Rodrigues orientou o Executivo em relação as necessidades da população, priorizando as estradas rurais, que precisam de atenção urgente. “As constantes chuvas prejudicaram bastante as estradas. Recentemente me desloquei junto com um produtor de trator até uma cascalheira, a qual está à disposição da comunidade cedendo gratuitamente cascalho para atender as estradas das comunidades de Monjolo e Pedra Preta.  Logo iniciaremos o ano letivo e precisamos, portanto, que a prefeitura faça este trabalho, inclusive, nos finais de semana, pois foram muitas dias de chuva e agora precisamos iniciar com todo vapor este atendimento”, alertou Rodrigues comentando também sobre estudos em relação ao Projeto de Lei “Vereador nos Bairros”.  “A intenção será aproximar a população do Legislativo, onde realizaremos encontros com as associações de moradores, ouvindo as comunidades, um projeto semelhante ao que foi implementado na gestão do ex-prefeito Toti Colaço. Acredito que seria interessante também retomarmos as Sessões Itinerantes nas comunidades”, afirmou Marcelo desejando a todos um bom ano, “que possamos estar juntos em prol da nossa bandeira que se chama Irati”.

        José Renato Kffuri teceu comentários a respeito dos rumores sobre o suposto fechamento do Pronto Atendimento Municipal, convidando a secretária de saúde, para que venha até a casa dar explicações e informações a respeito da pasta. “Reforçarei o pedido através de requerimento na próxima semana”, afirmou. O vereador indagou ainda o porquê do fechamento, embasado no que? “Não sabemos nem quem é o responsável pela pasta de saúde se é o vice ou o prefeito? Gostaria que primeiramente fosse feita uma enquete popular a respeito do assunto”, frisou. Kffuri salientou também os rumores de que o município através do Estado receberá um ônibus e vans novas, mas, que mesmo assim haverá uma possível terceirização com o Consórcio Intermunicipal de Saúde. “Precisamos avaliar os custos e saber como ficarão os motoristas que são pagos pela prefeitura, o que eles vão fazer? A pergunta é: Se já tem dinheiro para comprar o ônibus e as vans, para que terceirizar?”, questionou.

         O Presidente Helio de Mello enalteceu os questionamentos do vereador Kffuri, afirmando que esta Casa de Leis não foi consultada em relação aos assuntos mencionados.

Acompanhe a Sessão Ordinária completa com os discursos dos parlamentares na íntegra através do ícone “Sessões Gravadas”. 

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI