Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Legislativo reúne-se com membros da ONG SOS Amigo Bicho

Legislativo reúne-se com membros da ONG SOS Amigo Bicho

por rafamaier — publicado 06/03/2017 15h31, última modificação 05/10/2018 15h48
Legislativo reúne-se com membros da ONG SOS Amigo Bicho

Membros da ONG SOS Amigo Bicho e Vereadores

    Nesta segunda-feira (06), os vereadores Roni Surek, Edson Luís Elias e Nivaldo Bartoski estiveram reunidos na Câmara com membros da ONG SOS Amigo Bicho. O encontro serviu para discutir ações em prol desta importante entidade, que recolhe animais doentes e abandonados nas ruas do município, encaminhando-os para adoção.

     Recentemente foi aprovado um Projeto de Lei de subvenção para a ONG no valor de R$ 35 mil, que tem por objetivo dar cobertura as despesas como pagamento de procedimentos médico-veterinários e alimentação parcial de animais. Mas, segundo informações dos representantes da ONG, esse valor repassado não é suficiente para cobrir todas as despesas. Por isso, o “Amigo Bicho” solicita o apoio do legislativo, de todos os órgãos da sociedade e da população em geral, para que o trabalho em prol dos animais abandonados continue acontecendo. “Essa colaboração pode ser feita através do trabalho voluntário de quem se dispuser a ajudar ou mesmo através de doações”.  

    Hoje conforme os membros da ONG, a maior dificuldade está relacionada a questão financeira. “São muitos animais para alimentar e prestar atendimento. Não há um controle na cidade”. Como sugestão, a Associação solicitou aos vereadores e ao Executivo que consolidem um convênio a curto prazo com as clínicas veterinárias do município, para que cães e gatos possam ser castrados, esterilizados e chipados. “O microchip seria um banco de dados com todas as informações. Com ele manteríamos um controle sobre a população de animais, evitando a proliferação de doenças”, relataram os membros do “Amigo Bicho”.

    Os vereadores concordaram com a iniciativa da ONG e prometeram debater junto ao Executivo com prioridade esta importante reivindicação, pois “uma cidade que maltrata seus animais não é bem vista”, destacaram os parlamentares.

    Conforme os vereadores, uma reunião será agendada novamente com os membros da ONG e demais representantes da sociedade para que soluções sejam apontadas e concretizadas a curto prazo. “Precisamos transformar o nosso município, não podemos fazer parte do índice de cidades brasileiras, em que a situação de animais abandonados vem se tornando cada vez mais caótica, representando um grave problema de saúde pública”.   

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI