Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Pedido de informações gera discussões entre os parlamentares

Pedido de informações gera discussões entre os parlamentares

por RAFAELLA publicado 20/02/2019 13h15, última modificação 20/02/2019 13h15
Pedido de informações gera discussões entre os parlamentares

Vereadores que votaram contrários ao pedido de informações: Edson Luís Elias, Wilson Karas e Marcelo Rodrigues

   Na Sessão Ordinária do dia 19 de fevereiro, os vereadores apresentaram quatro Indicações e um Requerimentos ao Executivo.

   O vereador Alberto Schereda sugeriu a realização de estudos para construção de uma ponte de ligação da Rua Miguel dos Santos Lima (loteamento Pavelski) com o bairro Jardim Virgínia, facilitando o acesso e os deslocamento dos moradores. Já Nivaldo Bartoski solicitou que sejam refeitas, com urgência, duas pontes na comunidade de Faxinal dos Antonios, uma a pedido do Sr. José Ternopouski, a qual beneficiará 12 famílias e outra (cerca de 100 metros) a pedido dos Srs. Augusto e Carlos Diachuk. Conforme ele, ambas as pontes se encontram completamente comprometidas, acarretando riscos aos usuários.

   Roni Surek sugeriu a revitalização da Praça da Amizade, localiza na Rua Dr. Correia, em frente à Câmara Municipal. “A Praça necessita especialmente de um projeto de arborização e paisagismo, tornando o ambiente mais harmonioso e aconchegante para seus frequentadores e cidadãos que transitam pelo local”, declarou. Indicou também estudos e esforços, para que gradativamente, seja realizada a substituição das canchas de areia existentes em parques e praças, por quadras com grama sintética, tendo em vista que este tipo de material é mais higiênico, de fácil manutenção e de custo relativamente baixo.

    Por fim, Surek apresentou um requerimento que gerou embates na casa, o qual foi aprovado separadamente no Expediente por sete votos favoráveis contra três dos vereadores Marcelo Rodrigues, Edson Luís Elias e Wilson Karas. O autor do pedido solicitou ao executivo informações sobre a obra da nova Prefeitura. “Desde quando a obra se encontra desjudicializada? Qual o valor orçado inicialmente para conclusão da mesma? Quanto (porcentagem) da obra já foi executada? Qual o valor gasto até o momento? Do que foi executado, qual a porcentagem de depredação/deterioração e qual o valor estimado para recuperação dessa perda? Qual o valor estimado para conclusão definitiva da obra e qual a previsão de tempo para a conclusão definitiva?”, indagou.

     O líder do prefeito, Marcelo, se manifestou contrário ao requerimento, afirmando que se trata de um pedido injusto. “Conversei com o vereador Roni e pedi para que retirasse de pauta. Acredito que a solicitação é importante, mas quero lembrar que esta obra do prédio da prefeitura iniciou-se no ano de 2011 e passou a gestão passada toda paralisada sem solução. Este é um pedido de informação que não poderá ser respondido pela atual gestão, pois já faz um bom tempo que esta obra se encontrava paralisada, aí fica a pergunta em que vamos jogar a responsabilidade? Isso é uma obra de tempos passados”, afirmou. O vereador Rogério Luís Kuhn concordou com o pedido do Roni, declarando que alguns fatos devem mesmo serem esclarecidos. Roni rebateu Rodrigues dizendo: “Já havia feito este pedido diretamente para Prefeitura, mas não obtive respostas, portanto, agora estou oficializando através de requerimento. Estou exercendo meu papel de fiscalizador”, declarou.

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI