Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Secretário de Desenvolvimento Econômico discorre sobre as atividades da pasta e projetos futuros

Secretário de Desenvolvimento Econômico discorre sobre as atividades da pasta e projetos futuros

por rafamaier — publicado 10/05/2017 16h25, última modificação 05/10/2018 15h48
Secretário de Desenvolvimento Econômico discorre sobre as atividades da pasta e projetos futuros

Secretário de Desenvolvimento Econômico, Luís Antonio Andreassa

    A convite da Casa, na Sessão Ordinária do dia 8 de maio, a Tribuna Popular foi utilizada pelo Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Luís Antônio Andreassa, que discorreu sobre as ações da pasta, sobre como estava a secretaria no início do ano e quais os projetos futuros. Os vereadores esclareceram dúvidas, fizeram indagações e sugestões.

   Luís Antônio fez um breve relato de como pegou a secretaria no início de janeiro. “Confesso que a situação estava delicada, havia muitas concessões em duplicidade, doações que foram feitas em épocas passadas em que o prioritário fez o registro do imóvel, mas a prefeitura até hoje não registou o mesmo, entre outros erros grotescos”, destacou Ico contando que também estão trabalhando na organização da pasta, especialmente, na questão do inventário turístico. “A empresa que estava coordenando o inventário estava deixando a desejar, sendo que nem a Unicentro estava inclusa. Portanto, achamos melhor romper o contrato de R$ 55 mil, sendo que já havia sido pago R$ 33 mil, pelo menos economizamos R$ 22 mil. Agora faremos uma parceria com a Unicentro que dispõe de muitos turismólogos”. Outra dificuldade da secretaria, conforme o secretário, é a falta de veículo próprio.

     Atualmente a Secretaria, segundo Ico, está dando andamento nas documentações paradas, organizando os pedidos de concessões de terrenos. “Já foram encaminhados 11 projetos de lei de concessão para a Câmara, cinco de reversão, os quais tinham concessão de uso, mas não estavam sendo utilizados pelas empresas. Estamos fazendo também reuniões com os vendedores ambulantes do Parque Aquático, demarcando os locais para os mesmos; organizando e levantando dados municipais junto ao SESC para a futura instalação da unidade no município; planejando a 39ª Festa do Pêssego; nomeando  os novos membros do Conselho Deliberativo do PROGRIDE, que está muito bem representado pela câmara; realizando visitas nas indústrias  de Irati, com mapeamento real da situação do condomínio industrial da BR 277; levantamento e regularização das empresas instaladas na 277; melhorias do barracão da incubadora; organizando o Cicloturismo; capacitação para novos agentes públicos através da agência do trabalhador; elaboração do Plano Plurianual; visita técnica na Fomento Paraná, entre outras diversas ações. Ainda conforme Ico, que traçou também os projetos futuros, todas estas atividades que já estão em andamento terão continuidade afim de mostrar o potencial do município para investimentos.

    O vereador José Bodnar chamou a atenção para a área existente no bairro Alto da Lagoa, a qual em épocas passadas abrigava muitas empresas. “Seria interessante que fosse feito um levantamento, se a área pode ser utilizada pelo setor industrial, ou se deverá ser destinada a outra finalidade? ”. Sobre uma Madeireira no bairro Vila São João, também se faz necessária algumas viagens de cascalho, a qual está reivindicando desde a gestão passada, com quatro protocolos, e não foi atendida. Ico afirmou que este pedido não chegou até a sua secretaria, mas que vai averiguar e solucionar o problema.

    Rogério Luís Kuhn cumprimentou o Secretário pela parceria com o Observatório Social de Irati e parabenizou pela terraplanagem realizada no condomínio industrial, eliminando toda a sujeira, deixando o espaço nivelado para que quiser construir. Sobre o cascalho citado pelo vereador José Bodnar, Rogério comentou que na gestão passada já integrava o Progride. “Na época fomos proibidos de levar cascalho, mesmo contra nossa vontade. Chegou-se a cogitar, inclusive, a possibilidade de cobrar pelo cascalho, houve relutância do secretário da época e não teve acerto. Mas acredito que tem que haver bom senso, tendo em vista que a empresa está gerando emprego, portanto, tem que fechar o olho e correr levar cascalho”, afirmou o vereador destacando também a importância do croqui. “Com esse croqui, mapa conseguiremos visualizar o estado em que se encontram todos os lotes e terrenos do município”. Rogério também sugeriu maior fiscalização em relação aos terrenos de concessão de uso, que muitas vezes são doados e ficam 10, 15, 20 anos sem documentação legal por parte da empresa. O Secretário afirmou que na BR 277 já foi realizado um mapeamento completo. “Sei que muitas pessoas não vão gostar da minha atitude, mas tem concessões que a pessoa tem 40 mil m² e usa apenas 10 mil m², nós vamos fazer a reversão para o município. Não vou agradar a todos, mas estou agindo pelo bem da cidade”.

     Nivaldo Bartoski parabenizou o secretário pelo trabalho, colocando-se à disposição da pasta. Valdenei Cabral da Silva também cumprimentou Ico pelas conquistas já no início da gestão. “Sobre as empresas, elas precisam de atenção especial. E assim como as grandes, as pequenas com quatro, cinco funcionários também merecem atendimento diferenciado”, alertou o vereador.

     Edson Luís Elias elogiou a postura e o trabalho do Secretário, que já foi Presidente desta Casa, “um homem corajoso e de garra, que aceitou desafios, mesmo diante de muitas dificuldades pessoais. Meus parabéns”.

     O vice-presidente da Casa, Roni Surek questionou sobre o turismo religioso. “Nós temos a maior imagem de Nossa Senhora das Graças do mundo e neste ano comemoramos 60 anos da mesma. Sonho com um Santuário no local”. O Secretário respondeu que estão trabalhando para alavancar ainda mais os pontos turísticos na cidade e que, inclusive, a Caminhos do Paraná já autorizou a Prefeitura a colocar uma placa na BR 277 indicando este importante atrativo iratiense. Surek elogiou o trabalho acerca vendedores ambulantes. Sobre o Parque Aquático, Roni indagou referente as melhorias no local? Ico disse que em apenas quatro meses já conseguiram fazer a pintura do Pavilhão, que trouxe uma alma nova para o espaço. “Mas é de vontade do prefeito revitalizar todo o Parque”.  O vereador destacou ainda a necessidade de trazer para Irati indústrias na área de conservas para o município e maior divulgação relacionadas aos atrativos iratienses.  

    Marcelo Rodrigues quis saber se existe algum projeto no sentido de ajudar o pequeno empresário, pois sabemos que hoje o mercado é bastante competitivo, o qual sugeriu ainda à Prefeitura a instalação de uma central de compras, que ofereceria produtos a baixos preços aos comerciantes. Ico disse que isso poderia ser feito através da união dos empresários que poderiam formar uma Cooperativa. “Achei a ideia bastante interessante e vou levar até o prefeito para que possamos estudá-la”.

     O Presidente da Casa, Helio de Mello, agradeceu a instalação da placa indicativa da Santa na BR 277, uma reinvindicação antiga dos munícipes. “Também acredito que é importante o incentivo para as empresas locais, pois se cada uma contratar mais um ou dois funcionários, com certeza o número de desempregados em Irati será menor”. Sobre o condomínio industrial na BR 277 existe uma rua que ainda não tem nome, então sugiro que esta leve o nome de Ambrózio Andreassa, um cidadão que muito contribuiu junto com sua família para Irati e continua contribuindo. Mello agradeceu ao Secretário pela explanação. Luís Antonio também agradeceu o espaço na Câmara e afirmou que a Secretaria está de portas abertas para debates e sugestões.

Acompanhe a Sessão Ordinária completa, com os questionamentos dos vereadores na íntegra no site www.irati.pr.leg.br através do ícone “Sessões Gravadas”.

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI