Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Suplente Douglas Conrado Goy presta juramento e toma posse do cargo

Suplente Douglas Conrado Goy presta juramento e toma posse do cargo

por rafamaier — publicado 26/10/2017 14h19, última modificação 05/10/2018 15h51
Suplente Douglas Conrado Goy presta juramento e toma posse do cargo

Suplente Douglas Conrado Goy

   Durante a Sessão Ordinária do dia 24 de outubro foram lidos no Expediente três novos projetos de lei, seis indicações e um requerimento do Legislativo. Na Ordem do Dia, oito projetos foram discutidos e aprovados. A Sessão também foi marcada pelo depoimento da iratiense Leila Maria Betes, que neste mês de outubro, compartilhou parte da sua história de superação contra o câncer de mama.

   No expediente, os vereadores apresentaram indicações ao executivo para instalação de detectores de metais nas escolas, com o intuito de prevenir e evitar acidentes, se fazendo necessária também a presença de uma vigia em cada estabelecimento escolar; melhorias nas estradas das comunidades de Rio do Couro; Cerro do Canhadão; Faxinal do Rio do Couro; Rio da Prata; Cachoeira do Palmital; Faxinal dos Melos e Campina de Gonçalves Junior; abertura da estrada que liga as comunidades de Rio do Couro à Boa Vista do Pirapó, pois é uma estrada que além de dar acesso entre duas comunidades fica numa região de grande produção agrícola; adequação e melhorias nas estradas da comunidade de Rio dos Cochos; construção de espaços apropriados para colocação de lixos recicláveis em pontos estratégicos nas comunidades do interior. Também foi apresentada indicação à Companhia de Saneamento do Paraná - SANEPAR, sugerindo a implantação da rede de abastecimento de água na comunidade de Cachoeira do Palmital.

   O vereador Marcelo Rodrigues apresentou requerimento para que sejam prestadas informações referente a Aciai. “De que forma vem ocorrendo a administração e utilização do imóvel pertencente ao município, localizado no último pavimento na sede administrativa da ACIAI – Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Irati (Lei Municipal nº 2.050)?

   O suplente do vereador José Bodnar, da coligação PV – PSL –DEM, Douglas Conrado Goy, prestou juramento e assumiu a vaga por 31 dias, no período compreendido entre 18 de outubro a 17 de novembro de 2017. Douglas tem apenas 19 anos, e é o vereador mais novo na história do Legislativo a assumir uma cadeira. 

ORDEM DO DIA

   Na Ordem do Dia, em segunda votação foi aprovado por unanimidade de votos o projeto de lei nº 130/2017, que autoriza o Executivo a fixar valor mínimo para propositura de Execução Fiscal, cuja finalidade é determinar o valor mínimo para ajuizamento de execuções de créditos tributários. Já o PL nº 131/2017, que altera o art. 5º da Lei Municipal nº 4182/2016, que institui o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Irati PR – CMDPD e o Fundo Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e institui a Conferência Municipal e a Assembleia dos Direitos da Pessoa com Deficiência teve pedido de vistas feito pelo vereador Douglas Conrado Goy aprovado por unanimidade. Douglas pretende discutir melhor a propositura com os colegas de Casa e sugerir algumas alterações

   Do Legislativo foram aprovados em segunda votação, os projetos nº 028/2017 do vereador Rogério Luís Kun, o qual altera a Lei Municipal nº 1432/1997 – Estabelece normas para instalação de Feiras no Município de Irati e o nº 029/2017 do vereador Roni Surek, o qual denomina a Rua Sem Denominação “H”, localizada no bairro Vila São João, de Rua João Leormi Ceccon.

   Em primeira votação foram aprovados por unanimidade de votos os projetos nº 132/2017, que  autoriza o Executivo a receber em reversão imóvel, tendo em vista a solicitação da empresa Engefield Construtora Ltda; nº 133/2017, autoriza o Executivo a receber em reversão imóvel, tendo em vista a solicitação da empresa Engefield Construtora Ltda; nº 134/2017, autoriza o Executivo a contratar concessão de direito real de uso de bem municipal com a empresa Muchau & Cia Ltda – EPP, para o comércio atacadista de alimentos para animais; e o nº 135/2017, que autoriza o Executivo a transferir equipamentos e materiais permanentes à Irmandade do Hospital de Caridade de Irati, na importância de até R$ 100.000,00.

PALAVRA-LIVRE

   Douglas Goy disse que este momento histórico de ser o vereador mais novo a assumir uma cadeira no Legislativo aumenta a sua responsabilidade. “Ser jovem não quer dizer ser inexperiente. Vimos a força da juventude durante todo o processo de mudança que tivemos no país nos últimos anos, onde a nova geração foi a responsável por grande parte das atuações nas ruas, nas redes e principalmente nas urnas. Meu envolvimento na política começou em 2015, quando ainda estava no terceiro ano do ensino médio. Como qualquer aluno, poderia estar preocupado apenas com os vestibulares, porém, a paixão pela política já começava a se manifestar. Criei o evento de manifestação do dia 15 de março de 2015, o qual explodiu e foi o maior da história de Irati. Na sequência, recebi o convite para entrar no Movimento Brasil Livre - MBL, alcançamos duas mil pessoas na nossa cidade. A partir destes fatos, recebi o convite de quatro partidos para disputar a eleição. Incentivado por amigos e familiares coloquei meu nome a disposição, gastando poucos recursos, mas, apresentando meus ideais, minha ética e educação”, contou Goy agradecendo a Deus, a família, amigos, ao MBL, ao Deputado Estadual Pedro Lupion, a Deputada Federal Leandre Dal Ponte e a todos aquelEs que depositaram confiança e voto na SUA pessoa. “Eu não vou decepcionar vocês”, afirmou.

   Roni Surek agradeceu e parabenizou os cidadãos, que estão trazendo para Irati mais uma unidade de ensino, a Unicesumar. Parabenizou também a equipe da Rádio T, a mais nova emissora de rádio do Centro-Sul e a Comissão Organizadora da festa realizada no último final de semana na Colônia Gonçalves Júnior. Sobre a Secretaria de Saúde, Surek disse que esteve recentemente lá, e saiu com vontade de chorar. “Você sente no olhar e no andar de cada funcionário. Sabiam que agora os médicos estão os com os salários atrasados? Sabiam que os enfermeiros que amanhecem trabalhando estão com as horas extras atrasadas? E a falta de remédios ainda é constante”, frisou o vereador contando que foi parabenizado pelas cobranças que tem feito por seu vizinho, que dos 12 remédios, que toma mensalmente, tem pego apenas dois, devido a falta dos demais. “Além de tudo isso, não há recepcionista na secretaria que atenda o povo durante a noite e nos finais de semana”, lamentou.

   Valdenei Cabral da Silva discorreu sobre a viagem feita a Brasília na última semana, acompanhado do vereador Marcelo e do prefeito Jorge. “Fomos muito bem recebidos por todos os parlamentares que visitamos, independentemente de partido. O prefeito é muito bem quisto por todos, mesmo sendo do PSDB chegou em todos os gabinetes deixando as suas reivindicações”, afirmou Cabral contando também, brevemente, sobre as visitas feitas nos Ministérios das Cidades, Turismo, Educação e Saúde. Em um aparte, o vereador Nivaldo Bartoski parabenizou os colegas de Casa pela busca de recursos para Irati. Valdenei contou ainda que foram de carro para Brasília junto com o prefeito economizando os recursos públicos.  

   Marcelo Rodrigues agradeceu ao Cabral por relatar parte da viagem a Brasília, agradecendo também aos deputados, senadores, ministros e assessores pela receptividade. “Sobre a assinatura do convênio de parceria entre o município e a Sanepar, na manhã do dia 23, para ampliação da rede de esgoto no bairro Engenheiro Gutierrez, trata-se de uma ação, que venho reivindicando há muito tempo junto com a comunidade. Cumprimento o Deputado Sandro Alex por esta conquista para Irati”, comemorou o vereador. Sobre o requerimento apresentado referente a Aciai, Rodrigues disse que não é um pedido contra a Associação Comercial, precisamos que a mesma continue contribuindo para Irati, desde que seja de forma legal. “Não queremos que este pedido respingue no atual Presidente da entidade Oscar Muchau, mas precisamos que o prefeito cumpra o que está na Lei, o qual está sujeito a ser enquadrado na Lei 8.429, Lei de Improbidade Administrativa”, frisou Rodrigues espantado também pela falta de fiscalização do Observatório Social de Irati nesta questão.

   Na Tribuna Popular, Leila Maria Betes, a convite da Casa, em alusão ao Movimento Outubro Rosa, realizou uma abordagem sobre sua experiência de enfrentamento e vitória contra o câncer de mama.

Acompanhe a Sessão Ordinária completa, com os discursos dos parlamentares na íntegra através do ícone “Sessões Gravadas”.

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)

 

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI