Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Vereadores cobram mais ação do Executivo para solucionar problemas de alagamentos

Vereadores cobram mais ação do Executivo para solucionar problemas de alagamentos

por irt — publicado 19/11/2015 13h37, última modificação 05/10/2018 15h45
Vereadores cobram mais ação do Executivo para solucionar problemas de alagamentos

Vereadores apresentaram 19 requerinentos ao Legislativo

       Na 13ª Sessão Ordinária do dia 16 de novembro, foram lidos no Expediente, três novos Projetos de Leis e uma Emenda a Lei Orgânica nº 001/2015, além de 19 requerimentos do Legislativo. Na Ordem do Dia, seis projetos de leis foram discutidos e votados, acompanhe:

ORDEM DO DIA

      Em segunda votação foram aprovados por unanimidade de votos os Projetos de Leis nº 110/2015, que autoriza o Executivo a abrir crédito Adicional Especial de até R$ 25.500,00; nº 111/2015, autoriza o Executivo a abrir Crédito Adicional Especial de até R$ 2.000,00 e o nº 112/2015, que autoriza o Executivo a contratar Concessão de Direito Real de Uso de Bem Municipal com empresa que especifica para transporte rodoviário de cargas, comércio e beneficiamento de cereais.

       Em primeira votação foram aprovados os Projetos de Leis nº 113/2015, que cria emprego público para o desenvolvimento das atividades de “Educador Social”; nº 114/2015, cria emprego público para o desenvolvimento das atividades de “Mãe Social” e o nº 115/2015, que autoriza abertura de crédito adicional suplementar de até R$ 700.000,00, o qual teve pedido de vistas solicitado pelo Vereador Emiliano aprovado pelo prazo de cinco dias.

PALAVRA-LIVRE

      Desabafando em nome da população, Antonio Celso de Souza citou os bairros mais atingidos pelas fortes chuvas e destacou o documento, que entregou em mãos ao Deputado Federal Evandro Roman e ao chefe da Casa Civil do Paraná, Eduardo Sciarra, solicitando apoio para consolidação de um Plano de Drenagem Urbana. “Nesta quarta-feira (18), o Deputado Evandro esteve junto com o Sciarra e o Governador do Estado, Beto Richa, em Brasília, reunidos com o Ministro das Cidades, Gilberto Kassab, tratando de assuntos do Paraná e incluíram na pauta este pedido feito em nome dos iratiense. Estamos bastante confiantes com as palavras do Evandro, que prometeu defender Irati nesta nova empreitada”, afirmou Souza reafirmando a preocupação com o Arroio dos Pereiras, que fica no coração da cidade, atingindo nossos empresários e comerciantes.

      Rafael Lucas lembrou a necessidade de elaborar um plano para atender as famílias atingidas, com cadastramento dos seus dados. “Nós não podemos fazer isso, é obrigação do executivo, nenhum vereador vai pegar máquina e entrar no rio ou abrir galerias, não temos esse poder, mas precisamos de maiores investimentos neste sentido, de uma equipe municipal pronta para atender este público que sofre com esta angústia”.

        Emiliano Gomes lembrou as solicitações que vêm fazendo desde 2013, pedindo a limpeza das galerias e dos bueiros. “O descaso dessa administração é mais do que visível, estamos aqui há três anos solicitando junto ao empresariado, os quais têm implorado pela limpeza, abertura e construção de novas galerias, já sugerimos projetos de macrodrenagem várias vezes, e nada aconteceu. A falta de visão está causando um retrocesso histórico na cidade, investem em publicidades, eventos, cargos comissionados e não priorizam as necessidades, o essencial, prejudicando os nossos cidadãos e empresários por pura negligência. Uma administração de mentira”.

      Já o líder do prefeito, Alceu Hreciuk frisou as fortes chuvas registradas, as quais se intensificaram nos últimos dias de maneira brutal, mencionando os grandes prejuízos na agricultura. “O nosso pluviômetro registrou no ultimo sábado, em menos de 50 minutos, 46 mm de chuva. No interior, em menos de uma hora, foram 86 mm”. Hreciuk também citou o Decreto nº 91/2015, que regulamenta a necessidade de construção de caixas de retenção de água para novas construções em imóveis e loteamentos, inclusive em fase de implantação. “Os donos de loteamento no alto da cidade serão notificados e, caso haja necessidade, multados, segundo o que prevê a Lei de Uso e Ocupação de Solo e o Código de Obras do Município”, finalizou o vereador assegurando que “ninguém mais do que o Odilon, vem trabalhando para que este problema, que o município enfrenta há anos, seja solucionado”.

 

Acompanhe a Sessão Ordinária completa, com o discurso dos parlamentares na íntegra no site www.irati.pr.leg.br através do ícone “Sessões Gravadas”.

 

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI