Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Vereadores rebatem críticas infundadas contra o Legislativo

Vereadores rebatem críticas infundadas contra o Legislativo

por RAFAELLA publicado 08/08/2019 09h59, última modificação 08/08/2019 09h59
“Somos os maiores interessados em trazer empresas para Irati, mas o Brasil está em crise, todos os setores estão em queda. Única melhora que temos é na agricultura, que está conseguindo manter empregos”, desabafou o vereador Rogério Luís Kuhn
Vereadores rebatem críticas infundadas contra o Legislativo

Dois projetos foram aprovados na Ordem do Dia

   Na Sessão Ordinária do dia 06 de agosto, nove novos Projetos de Lei do Executivo e Legislativo foram lidos no Expediente. Na Ordem do Dia, dois projetos foram apreciados e aprovados. Na palavra-livre, os vereadores prestaram contas do período de recesso parlamentar da Casa e rebateram críticas infundadas contra a Câmara.

   Na Ordem do Dia, em segunda votação foi aprovado o Projeto de lei nº 060/2019, que autoriza o Executivo a abrir crédito adicional especial na importância de até R$ 2.800,00. E em primeira votação foi aprovado nº 061/2019, que autoriza o Executivo a abrir crédito adicional especial no orçamento da Câmara Municipal, na importância de até R$ 110.000,00.

PALAVRA-LIVRE

   Rogério Luís Kuhn discorreu sobre emprego e empregabilidade. “Estamos passando por uma crise empresarial desde novembro de 2012. Sou testemunha disso, pois a Cristina está trabalhando desde aquela época com déficit. Nos últimos anos, dispensei do meu quadro mais de 20 pessoas. Tinha reflorestamento em Rebouças, em Água Clara, Apiaba, e nos Zampier e agora estão todos fechados, eliminados. Tinha aviário, não tenho mais devido ao alto custo”, afirmou Kuhn lamentando as recentes críticas em redes sociais. “Nós estamos tentando buscar soluções, o Odilon tentou trazer a Tirol, mas não conseguiu, não temos poder político. Não temos deputado estadual. Perdemos a Tirol por falta de força. Inácio Martins perdeu hoje uma empresa que empregava 120 pessoas”, comentou Rogério afirmando que é o mercado que dita as regras. Conforme o vereador, foi publicado em um anuário socioeconômico dos Campos Gerais que em Irati em 2016 existiam 309 empresas cadastradas, em 2018 o número caiu para 109. “Até onde vai a intenção das críticas direcionadas a nós. Temos que recebê-las, faz parte, desde que não haja insinuações que nós somos os culpados. Isso é maldade política, com interesses. Na minha empresa é a primeira vez em 35 anos, que tivemos que demitir pessoas. Quando precisamos escolher para demitir alguém, é de cortar o coração. Os maiores interessados para trazer empresas para Irati, somos nós. Mas, as empresas estão fechando no Brasil. Única melhora que temos é na agricultura que está conseguindo manter e aumentar empregos. Todos os setores estão em queda. Precisamos reformar o país e isso vai demorar”, concluiu.

   Roni Surek também lamentou as recentes críticas maldosas. “As portas da câmara estão abertas, estou aqui todos os dias, quando não estou é porque estou representando a Casa. Estive hoje no Conselho de Turismo e no Conselho de Meio Ambiente. Porque as pessoas não vêm aqui nos ensinar e mostrar o caminho e dizer onde estão as empresas que querem vir para Irati? Difícil é ver estas mesmas pessoas postando sobre o trabalho que fazem, as ações em prol de Irati”, desabafou. Surek contou que estará indo para Maringá participar do 1º Fórum pela Eficiência das Câmaras Municipais onde será lançado oficialmente a Uvenorte. “Na oportunidade pegarei uma cópia do Estatuto da Associação para que possamos copiá-lo. No dia 31 de agosto, teremos um evento em Irati com a participação de vereadores de vários municípios da região para que possamos criar uma nova associação de vereadores das câmaras municipais”. Surek registrou os parabéns ao vereador Nivaldo pela astúcia e articulação de trazer de volta o Anselmo Stadikoski para a pasta de serviços rurais. “Espero que agora possamos resolver os problemas nas estradas de diversas comunidades”, comemorou.

   Marcelo Rodrigues também desabafou em relação as críticas e ao fechamento de algumas empresas. “Trabalhei na Servopa em 2012, portanto, conheci de perto a realidade da empresa, que desde aquela época já tinha uma projeção para 2022, de que as empresas não iriam lucrar com a venda dos veículos e sim com garantia estendida. Muitas vezes perdi vendas para outras cidades maiores. Muitos dos nossos conhecidos compram carros fora da cidade. Vejo que jogar o peso na Câmara e no prefeito porque as empresas estão fechando, é injustiça de pretensos candidatos a vereadores, que querem nos jogar contra a sociedade. Lembrando que a maioria destas pessoas já disputaram eleição e não lograram êxito”, alertou Rodrigues destacando a grande crise que o país vive hoje. Sobre a saúde, foi apresentado ao prefeito um abaixo-assinado para que a secretaria fosse exonerada. “O prefeito quer uma pessoa na pasta que seja da área que tenha competência e vontade de trabalhar”. Por fim, o vereador cobrou em relação a Lei nº 4426/2017 que dispõe sobre a remoção de veículos abandonados em vias públicas de Irati, a qual foi sancionada no dia 29 de dezembro de 2017 e até a presente data não foi implementada. “Precisamos que o Secretário Luís Carlos Ramos venha até esta Casa prestar esclarecimentos, pois já estou cansado de cobrar a aplicação da Lei, que inclusive, pode gerar arrecadação para os cofres públicos. Estou sendo cobrado pela população”, afirmou.

   O 1º Secretário José Bodnar parabenizou os vereadores por rebaterem as recentes críticas infundadas. “A culpa não é dos vereadores, falta força política”. Bodnar contou que a deputada federal Leandre Dal Ponte esteve em Irati trazendo recursos: “mais de R$ 2 milhões para Santa Casa de Irati, que será repassado pelo Fundo Estadual de Saúde ainda este ano;  R$ 500 mil para o Hospital Darci Vargas de Rebouças;  R$ 449 mil para o Hospital Francisco de Assis de Rio Azul e R$ 279 mil para o Hospital São Pedro de Mallet, além de R$ 1 milhão destinado para o Consórcio Intermunicipal de Saúde. No total são mais de R$ 4 milhões, um valor bem expresso para nossa região, lembrando que no final de 2018 a deputada também destinou R$ 500 mil para a Santa Casa a título de custeio. Não vemos a mesma colocação e força dos demais deputados”, enfatizou. O Vereador também destacou a participação da casa, no período de recesso parlamentar, nas comemorações e inaugurações em alusão aos 112 anos de Irati e enfatizou ainda a sua participação, representando a Câmara, na posse da ATIR (Associação dos Transportadores de Irati e região), que contou com palestra do professor Élder e na 4ª Festa do Agricultor e 4º Tratoraço na comunidade de Cerro da Ponte Alta . Por fim, o 1º Secretário agradeceu o trabalho do Bispo que deixa a pasta de viação e serviços rurais, dando boas-vindas ao Anselmo Stadkoski.

   O Presidente Nei Cabral também relembrou a importante participação da Câmara nos eventos alusivos aos 112 anos de Irati. Citou o lançamento do Programa Família Acolhedora, que aconteceu na Câmara; a entrega simbólica de mudas frutíferas a produtores rurais na comunidade de Governador Ribas; inauguração do CMEI Professor José Maria Orreda no Conjunto Joaquim Zarpellon; entrega de pedidos ao Governador do Estado, Ratinho, no município de Prudentópolis; participação na 2ª Copa Guarda Mirim de Bandas e Fanfarras; café da manhã na Mecânica Agrícola do Sabiá em alusão ao Dia do Agricultor; reinauguração da UBS de Monjolo; lançamento da Microbacia Arroio Grande; 2º DesENVOLVE Irati; posse da nova diretoria do CAPS; entrega da Sede Administrativa da Casa da Secretaria de Cultura, Patrimônio Histórico e Legado Étnico da Prefeitura; visitas no Parque da Vila São João e na Comunidade Bethânia, além de outras participações. “Foi um período muito proveitoso. Mesmo não estando desempenhando atividades parlamentares na Casa, os vereadores estiveram atuando diretamente nas suas comunidades atendendo a população”, finalizou. 

Acompanhe a Sessão Ordinária na íntegra através do ícone “Sessões Gravadas”.

(Assessoria Câmara Municipal de Irati)

 

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI