Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Vereadores solicitam ao Executivo o repasse de R$ 150 mil para Santa Casa de Irati

Vereadores solicitam ao Executivo o repasse de R$ 150 mil para Santa Casa de Irati

por irt — publicado 29/11/2016 15h52, última modificação 05/10/2018 15h47
Vereadores solicitam ao Executivo o repasse de R$ 150 mil para Santa Casa de Irati

Na Ordem do Dia, um pedido de vistas e quatro projetos foram discutidos e aprovados

    Na Sessão Ordinária do dia 28 de novembro, sete novos projetos de lei do Executivo e Legislativo foram lidos no Expediente. Na Ordem do Dia, um pedido de vistas e quatro projetos foram discutidos e aprovados.

   Durante o Expediente foi lido um ofício da Santa Casa de Irati, que diante das inúmeras dificuldades financeiras solicitou  à Câmara a indicação de R$ 150 mil do valor que será devolvido ao Executivo para aquisição de medicamentos e materiais hospitalares. Os vereadores manifestaram-se favoráveis ao importante pedido.

    Emiliano Gomes e Mário Cordeiro defenderam o trabalho da entidade em Irati e região. “Nós aprovamos recentemente um importante recurso que vai trazer nossa região um braço do Erasto Gaertner, mas sabemos que o corpo do Erasto será a Santa Casa, portanto, precisamos valorizar e olhar com atenção esta entidade”. Amilton Komnitski, vice-prefeito eleito, diz conhecer a realidade do Hospital. “Trabalhei nove anos lá dentro e conheço as dificuldades, vamos lutar com todas as forças para melhorar as condições e conseguir repassar valores condizentes com as necessidades”.

   O vereador Antonio Celso de Souza também citou a importância do repasse para o Hospital. “Conhecemos a luta diária da irmandade e, portanto, vamos fazer a nossa parte e esperamos que o executivo também sensibilize-se com esta luta”.   

   Ainda sobre o ofício da Santa Casa, Hélio de Mello elogiou o trabalho da entidade comprometida com os cidadãos, a qual merece respeito e apoio. “A Santa Casa atua de forma filantrópica, está sempre correndo atrás de recursos para conseguir se manter. Com frequência, presenciamos a irmandade realizando promoções e ações para arrecadar recursos, um trabalho digno que merece aplausos. Assim como fizemos com a Anapci, faremos a indicação também com satisfação para o Hospital em prol da vida”. Reforçando ainda mais o pedido, Mello solicitou que todos os vereadores assinassem o ofício recebido da Santa Casa, “a ideia é endossar ainda mais a indicação”. José Renato Kffuri destacou as inúmeras dificuldades hoje do Hospital e dos cidadãos, devido à falta de parceria e boa atitude por parte do executivo. Para ele, o Pronto Atendimento 24 horas não funciona. “Espero que o prefeito eleito consiga firmar essa importante união entre o Hospital e o município”.

    O Presidente Vilson Menon destacou a vontade do Legislativo de repassar o valor para a Santa Casa. “Mas precisamos seguir o trâmite legal do repasse. O montante a ser devolvido por esta Casa entrará nos cofres públicos como recurso livre e, portanto, nós vereadores temos a função de tentar, de forma harmônica, fazer a indicação de prioridades ao executivo”, ressaltou Menon parabenizando o provedor do Hospital, Germano Strassmann e sua equipe pelo empenho. “Sabemos que as emendas recebidas nunca vêm para manutenção do Hospital, elas são direcionadas para reforma, ampliação e aquisição de equipamentos, portanto, estaremos junto nesta luta pleiteando este valor não só pelo empenho da irmandade, mas pela necessidade e carência da entidade”, afirmou Menon agradecendo aos colegas de casa, em especial ao vereador Hélio de Mello que está sempre lutando por recursos para o Hospital. Antes de finalizar, o Presidente ainda fez um breve comentário sobre a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), que será instalada futuramente m Irati. “Construir é fácil, o difícil será manter”. 

ORDEM DO DIA

    Em segunda votação, na Ordem do Dia, foram aprovados os projetos de lei nº 133/2016, que institui o Sistema Municipal de Atendimento Socioeducativo e a criação do Programa de Execução Municipal de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto de Prestação de Serviços à Comunidade e de Liberdade Assistida no Município de Irati e o nº 155/2016, que autoriza o Executivo a abrir crédito adicional suplementar na importância de até R$ 2.000,00.

    Já o Projeto de Lei nº 151/2016, que inclui item no anexo II da Lei 3981/2015 e 4012/2015 teve pedido de vistas solicitado pelo vereador Emiliano Gomes aprovado por unanimidade de votos.

   Em primeira votação foram aprovados os projetos de lei nº 156/2016, que autoriza o Executivo a abrir crédito adicional especial na importância de até R$ 318.000,00 e o Substitutivo ao PL nº 024/2016, que dispõe sobre a inclusão do conteúdo de “Cidadania” no âmbito escolar da rede pública de ensino do município de Irati.

PALAVRA-LIVRE

   Emiliano Gomes discorreu sobre o antropocentrismo, que segundo ele, apresenta consistência e terá grande notoriedade nos próximos anos. “A inventiva humana modificou de forma profunda o nosso planeta de simples caçadores coletores. Expandimos nossa presença na terra e criamos novas tecnologias cada vez mais potentes para encurtar distâncias e tempos, impactamos os ciclos naturais, alteramos biomas e a biodiversidade. Urbanizamos, irrigamos, poluímos, canalizamos e desperdiçamos. Na história geológica do planeta, a ação dos humanos tornou-se tão impactante que muitos pesquisadores defendem que demos início ao um novo período, o antropoceno. O conjunto de atividades humanas colocou nosso próprio futuro em risco, na busca do aumento de produção e de lucros a todo custo. Hoje vivemos em um mundo mais quente, mais alterado e mais desigual. Diversos sistemas naturais já mostram sinais de desastres em escala global e a estabilidade climática está comprometida. Como protagonistas desse novo tempo cabe a nós decidirmos que caminhos o antropoceno seguirá daqui para frente”, destacou Gomes fazendo alusão às recentes discussões acerca do Plano Diretor Municipal. “Precisamos nos engajar nas discussões do Plano, que norteará a cidade que vivemos, a participação da população na Audiência é de extrema importância para que todos possam ter acesso as emendas apresentadas”, afirmou Gomes dizendo que nós vivemos em uma topografia nada favorável em relação as chuvas, “já presenciamos diversos desastres naturais, por isso nós temos por obrigação, como legisladores, de servir a nossa mãe natureza e discutir o futuro com responsabilidade e consciência”, concluiu.

Acompanhe a Sessão Ordinária completa, com os discursos dos parlamentares na íntegra no site www.irati.pr.leg.br através do ícone “Sessões Gravadas”.

 

 (Assessoria Câmara Municipal de Irati)

 

 

 

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

NAVEGUE AQUI